Topo

Olha Elas: Talento feminino na gestão

Publicado em 19/07/2021

Ana Paula Meira e Sandra Kelm gerenciam um exército de 660 funcionários

Dos mais de 12 mil funcionários da C.Vale, 5.127 são mulheres.  É difícil uma área que não conte com a habilidade de uma delas.  Ana Paula Meira e Sandra Margarida Kelm são gestoras. Uma é gerente de supermercado em Maripá (PR). A outra encarregada de produção do Abatedouro de Aves. Juntas gerenciam um exército de 660 pessoas.

 

Na indústria Ana Paula e os 639 funcionários da Linha 1, do Turno B, ajudam a abater  em torno de 615 mil aves por dia. A pouco mais de 10 quilômetros dali, Sandra e os 22 funcionários da loja de supermercado ajudam a comercializar essa produção. A marca que rompeu fronteiras no Brasil e exterior, também foi um marco profissional na vida delas. Ambas tiveram a C.Vale como a primeira empregadora com carteira assinada.

Números

 

Total Complexo Industrial: 7.319

Mulheres: 3.539

Abatedouro de Aves: 5.575 funcionários

Mulheres: 2.722

De estagiária a encarregada

 

 “Talvez não saiba 100% dos nomes de todas as pessoas que trabalham comigo. Mas faço questão que saibam que estou aberta e acessível para conhecê-los. Escutá-los. Entender sua história. Essa empatia de enxergar o outro como ser humano nos aproxima e nos faz crescer como pessoa e equipe”. O comentário é da encarregada de produção do Abatedouro de Aves, Ana Paula Meira, de 28 anos.

A história da Ana Paula com a C.Vale começou a ser escrita em 2016 quando veio estagiar na indústria. Acadêmica de Engenharia de Alimentos encontrou na cooperativa uma grande oportunidade para fazer carreira. A efetivação  veio em 2017 na função de analista técnico. Depois de 185 horas/treinamentos e uma especialização na área de Gestão Estratégica no Agronegócio, se candidatou em 2019 a vaga de encarregada. “Meu foco agora é chegar a supervisão. A minha vida profissional está aqui”, projeta a filha única do seu Ronaldo e da dona Cecília. 

Exército produtivo

Dos 639 funcionários de sua equipe, 309 são mulheres. Dos 14 operadores  e coordenadores da sua linha, 10 também são do sexo feminino. Segundo Ana, não existe um porquê. Apenas estavam mais preparadas para a função. “Não vejo diferença profissional entre mulheres e homens. Acredito em determinação, qualificação e oportunidade”.

A menina de Manduri, interior de São Paulo, continua projetando seu futuro. O próximo passo é trazer o namorado, o bancário  Kairã, que mora em Maringá, para mais perto.  “Ele é o meu elo familiar. Já a C.Vale é a essência que equilibra o pessoal e o profissional”.

 

Marca C.Vale em tudo

 

Sandra Kelm foi a primeira mulher a ocupar cargo de gestão dentro da C.Vale

 

 “Tudo que tenho e sou tem a marca C.Vale”, revela emocionada Sandra Margarida Kelm.  Ela entrou na cooperativa como auxiliar administrativo aos 18 anos. As oportunidades e qualificações a conduziram a gerência da loja há 16 anos. “Me orgulho em dizer que fui a primeira mulher a ocupar um cargo de gestão dentro da C.Vale”, relembra sua trajetória, a administradora de empresas.

 

A esposa do Almir que são pais do adolescente Matheus, revela que o convite para assumir a gerência surgiu poucos meses depois de ter se tornado mãe, o que foi uma quebra de paradigmas. “Quem diz que mulher e mãe não podem fazer carreira. Sou um exemplo disso. A cooperativa acreditou e investiu em mim”, enfatiza Sandra que em outubro completa 24 anos de casa.

Natural de Palotina, a gerente do supermercado revela que sua paixão pela C.Vale foi sendo alimentada por amigos e parentes que já trabalhavam na cooperativa. Para ela, a transparência, seriedade, organização e acolhimento são alguns dos diferenciais da empresa.

Case de Sucesso

Para facilitar o trabalho da dona de casa, o supermercado de Maripá passou a vender coxa e sobrecoxa de frango cortadinhos. A aceitação foi tamanha, que na Convenção C.Vale deste ano, Sandra apresentou a iniciativa como case de sucesso e foi premiada. “A marca se vende sozinha. A qualidade e procedência são indiscutíveis”, enfatiza. Questionada sobre sua identidade com a cooperativa, a gerente dispara.  “O meu sangue é C.Vale. Sou C.Vale mercado, grãos, unidade, departamento.  Eu sou C.Vale!”